Ajudar o mundo a produzir os alimentos de que precisa. Esta é a missão da Mosaic Fertilizantes e uma nobre missão aos agricultores. Para que isto seja alcançado é necessário enfrentar vários desafios, dentre eles o estresse hídrico.

O baixo volume, associado a má distribuição de chuvas e altas temperaturas trouxe à região Sul do país sérios problemas de atraso no plantio e baixas produtividades, além da incerteza quanto ao investimento das próximas safras. 

Muitos destes produtores também tiveram problemas na safra anterior devido à estiagem e incidência de geadas em alguns locais, sendo necessário o acionamento de seguro agrícola quando cobertos.

A verdade é que o estresse climático pode trazer diversos problemas para as lavouras. Neste artigo vamos mostrar como a nutrição pode deixá-las mais resistentes às intempéries.

Leia também: O desafio da boa adubação para culturas no hortifruti

Como fortalecer as lavouras contra o estresse hídrico? 

Uma alternativa para alcançar estabilidade produtiva e extrair a máxima produção, mesmo em anos de intempéries climáticas é voltar a atenção para o solo, seu maior patrimônio. 

Estudos indicam que solos com teores adequados de nutrientes, associado ao aporte constante de carbono ao solo, através de práticas como rotação de culturas e adoção de plantas de cobertura, conseguem reter mais água e nutrientes, minimizando os efeitos do ambiente.

 Plantas com sistema radicular mais desenvolvido conseguem adquirir água em maiores profundidades, contribuindo para a construção do potencial produtivo da cultura. Logo, mesmo com o estresse climático, é possível manter a produtividade.

Para isto, é necessário um bom condicionamento do solo, principalmente em subsuperfície, visando o aporte de Cálcio e a neutralização do alumínio. Além da disponibilidade de oxigênio, ou seja, ausência de compactação.

E quanto aos nutrientes?

Quanto aos nutrientes, é importante fornecer as plantas nutrientes disponíveis durante o ciclo da cultura para que este potencial seja mantido. 

A adoção de tecnologia é imprescindível para a correta nutrição das culturas. Plantas que estão em equilíbrio nutricional conseguem aumentar a tolerância aos estresses abióticos, como por exemplo a alta temperatura.

Fonte: Hansel et Al., 2021.

Mais detalhes sobre o estudo: entendendo o estresse climático

Neste trabalho, Hansel e equipe demonstram através de imagens térmicas de folhas que o fornecimento adequado de nutrientes na soja (P, K, Mg, S e B) possuem temperatura média menor do que as plantas com nutrição restrita somente com P e K.  

Plantas sob estresse hídrico e térmico respondem com o fechamento dos estômatos, para evitar a perda excessiva de água. 

Neste momento, há também a redução da entrada de CO2, taxa fotossintética, transpiração e capacidade natural de refrigeração da planta, que contribuem para a perda de potencial produtivo. 

Ainda sob condições adversas, as plantas diminuem a concentração da enzima nitrato redutase, responsável pela conversão de nitrato a amônio na planta para assimilação do nitrogênio. 

O fornecimento adequado deste nutriente em condições de estresse climático é fundamental para aumento da assimilação de N, além de influenciar diretamente na habilidade das raízes em absorver água do solo, devido ao estímulo do desenvolvimento radicular. 

Além do Nitrogênio, o Fósforo é essencial para o crescimento das raízes, contribuindo da mesma forma para melhor assimilação do N, além de melhorar a taxa fotossintética.  

A contribuição do potássio em condições climáticas desfavoráveis está relacionada à diminuição da concentração de espécies reativas de Oxigênio e aumento da taxa fotossintética das plantas. 

Em culturas de inverno, o enxofre aumenta a resistência das plantas às baixas temperaturas e ao estresse hídrico.

Então, para estar “seguro” e produzir os alimentos de que o mundo precisa, é necessário o manejo correto do solo, aliado a fertilizantes de alta tecnologia que fornece nutrição adequada e balanceada para suportar de maneira mais eficiente as adversidades climáticas. 

Como a Mosaic Fertilizantes pode ajudar você?

Neste desafio, conte com a Mosaic Fertilizantes, que disponibiliza a linha Performa, com a máxima tecnologia Mosaic em produtos Únicos e também com a Linha de Performance Mosaic: 

  • MicroEssentials: ela possui  tecnologia de fornecimento de enxofre durante o ciclo das culturas além de nitrogênio amoniacal e fósforo de alta performance; 
  • Aspire: fornecimento inteligente e eficiente de boro durante o ciclo das culturas e K-MAg, fonte de Magnésio e Enxofre de alta disponibilidade e potássio com baixo teor de cloro, preservando o equilíbrio biológico do solo.

Se é Mosaic Fertilizantes, faz toda a diferença!

Clique aqui e confira todos os nossos produtos!

Loading...