É muito importante se conhecer a mobilidade do enxofre na planta. O enxofre (S) é um macronutriente secundário, o qual é requerido em menor quantidade que o nitrogênio, fósforo e potássio. 

Entretanto, é um nutriente de extrema relevância no metabolismo, pois está presente em todas as funções e processos que são parte da vida das plantas, da absorção iônica aos papéis do RNA e DNA, inclusive controle hormonal para o crescimento e diferenciação celular (STIPP E CASARIN 2010). 

O S desempenha funções essenciais no desenvolvimento e qualidade das plantas, como formação de aminoácidos e proteínas, fotossíntese e mecanismos de defesa da planta contra patógenos (VITTI et al., 2015). 

Entender a dinâmica deste e a mobilidade do enxofre na planta é de extrema importância para o eficiente manejo deste nutriente.

Falaremos mais sobre este assunto a seguir. Boa leitura!

Leia também: Benefícios do uso de NPK para plantas

Mobilidade do enxofre nas plantas

O enxofre é absorvido pelas plantas preferencialmente na forma de Sulfato (SO4-2). As principais fontes de fertilizantes que contém enxofre na forma de sulfato são o Sulfato de Amônio e Superfosfato Simples (SSP).  

O Gesso Agrícola (CaSO4.2H2O) também pode ser uma fonte de enxofre na forma de sulfato, porém este mais utilizado como condicionador de solos.

Como se sabe a mobilidade do sulfato no solo é alta e a probabilidade de perda de enxofre por lixiviação é grande. 

Em observação de 8500 amostras de solo, VITTI (1989) constatou que 75% das amostras encontravam-se com teores de enxofre no solo em baixos ou muito baixos, evidência esta que corrobora para a alta movimentação do ânion no solo. 

Entretanto, a mobilidade do enxofre na planta é menor, devido a este fato os sintomas de deficiência nutricional aparecem em tecidos mais jovens.

Uma forma para melhorar o aproveitamento do enxofre em maiores profundidades é o manejo adequado do solo para o aumento do desenvolvimento radicular. 

O aumento de palhada no solo e a matéria orgânica contribuem para a formação de agregados, diminui a compactação e melhora a aeração, ambiente ideal para o desenvolvimento das raízes. 

Além disto, é imprescindível a prática de calagem, visando o aporte de cálcio e magnésio em profundidade, além da neutralização do alumínio prejudicial para o desenvolvimento radicular. 

Porém, se sabe que para um estímulo do sistema radicular em profundidades maiores, é importante a distribuição de cálcio no perfil do solo, manejo este que pode ser realizado com o Gesso Agrícola. 

Além de distribuir cálcio em profundidades maiores, também neutraliza o alumínio, facilitando o desenvolvimento radicular. Plantas com sistema radicular maior e melhor distribuído podem melhorar a absorção de enxofre.

Alternativas de fornecimento de enxofre para plantas

Uma fonte alternativa de fornecimento de enxofre de maneira gradual ao solo é o enxofre elementar (S0). 

Esta forma de enxofre necessita ser oxidada a sulfato, transformação esta realizada na presença de microrganismos de solo, como as bactérias Thiobacillus por exemplo. 

Fonte: Vitti et Al., 2015 IPNI.

Com a quantidade certa de enxofre nas plantas é possível produzir alimentos de melhor qualidade. O enxofre nas hortaliças dá origem ao aroma e ao sabor característico presente no alho, cebola e mostarda. 

Em frutas, o S faz parte de enzimas proteolíticas que conferem sabor específico, como a papaína do mamão, bromelina no abacaxi e ficinase no figo. 

Já no trigo, melhora a qualidade de panificação. Em forragens, é possível melhorar a palatabilidade com a utilização de enxofre em algumas espécies. 

Outro fator interessante é que plantas bem nutridas com enxofre têm maior resistência a baixas temperaturas e ao estresse hídrico, principalmente em culturas de inverno. (VITTI et al., 2015).

Como a Mosaic Fertilizantes pode te ajudar

Para uma nutrição adequada, visto a baixa mobilidade do enxofre na planta e alta mobilidade no solo, a Mosaic Fertilizantes conta com a linha MicroEssentials, que reúne em um mesmo grânulo fósforo (P) de alta performance e combinações entre enxofre sulfato e elementar.

O objetivo é garantir a presença do enxofre nas plantas durante todo o seu ciclo, devido à alta tecnologia de distribuição de pequenas partículas de enxofre elementar em toda a massa do grânulo, favorecendo a nutrição balanceada do enxofre. 

Além da linha MicroEssentials, esta tecnologia também é encontrada nos produtos Performa Neo, Performa Plus e Performa Full. Saiba mais detalhes abaixo!

Performa Neo

Performa Neo é um fertilizante multinutrientes que contém nitrogênio (N), fósforo (P), potássio (K), S e magnésio (Mg). 

Além do diferencial de duas formas de enxofre no fertilizante, possui também magnésio de alta solubilidade e disponibilidade para as plantas. Os benefícios com a utilização deste fertilizante são plantas com melhor enraizamento, maior arranque inicial, lavouras mais vigorosas, plantas com maior produtividade e qualidade nos produtos finais.

Confira também: Fertilização e produtividade da lavoura

O fósforo é um nutriente essencial para o desenvolvimento das plantas. É ele que vai conferir um crescimento saudável, com vigor e resistência. Conheça mais sobre o manejo de aplicação deste elemento para obter uma cultura mais produtiva.

Quero assistir!

Performa Plus

Performa Plus, além de possuir o diferencial de fornecimento de enxofre durante todo o ciclo, reúne tecnologia de fornecimento de boro durante todo o ciclo das principais culturas, graças a tecnologia Nutriform de fornecimento de duas fontes de boro (B), uma de liberação imediata e outra de liberação gradativa juntamente com a fonte potássica. 

Estudos demonstram que uma planta bem nutrida com boro pode melhorar a eficiência de uso do potássio. Performa Plus contém nitrogênio amoniacal, fósforo de alta performance, potássio, além de enxofre e boro durante todo o ciclo.

Com a utilização deste fertilizante pode-se observar plantas com maior desenvolvimento, enraizamento, arranque inicial, melhor pegamento de florada e maior produtividade.

Performa Full

Performa Full reúne em um mesmo produto as principais tecnologias Mosaic, como fornecimento de S e B durante todo o ciclo, magnésio de alta disponibilidade e fósforo de alta performance. 

Com enxofre nas plantas é possível ter exemplares melhor nutridos e que conseguem segurar melhor o potencial produtivo e melhoram a tolerância a estresses abióticos, além de melhor qualidade nos produtos finais.

Performa Ultra

Já o Performa Ultra possui enxofre na forma de sulfato, de alta solubilidade, visando a complementação da adubação de base. 

São formulações que contém duas formas de potássio, boro de liberação imediata e gradativa e magnésio de alta solubilidade. 

Plantas mais tolerantes a estresses, lavouras mais vigorosas, maior pegamento de florada, garantia de enchimento e peso de grãos e maior qualidade nos produtos finais são os benefícios que encontramos com a utilização da linha Ultra. 

Conclusão

Através destas tecnologias, é possível obtermos lavouras mais bem nutridas, com maior tolerância a estresses abióticos que podem contribuir para expressar seu melhor potencial produtivo. 

Mosaic Fertilizantes, da Mina ao Campo ajudando o mundo a produzir os alimentos de que precisa.

Especialista em Desenvolvimento de Mercado Mosaic Fertilizantes – Robson Murate

Loading...