Ciclo da Soja: Guia Completo de produção! Tabela reprodutiva disponível

16 nov, 2023
Redação Nutrição de Safras
- Tempo de Leitura: 5 minutos
ciclo da soja: Plantação de Soja

Com o Brasil destacando-se como um dos maiores produtores mundiais, entender ciclo da soja do plantio a colheita é essencial para maximizar a produtividade e a qualidade das safras.

Neste guia completo, exploraremos as fases do ciclo da soja, as variações que podem ocorrer, os fatores que afetam o processo e até mesmo dúvidas comuns que surgem sobre o tema. Descubra como essa cultura essencial influencia a economia e por que é crucial compreender suas nuances para alcançar resultados bem-sucedidos

Botão de acesso para baixar o e-book

Plantio da Soja no Brasil e no Mundo 

A história da soja no Brasil se inicia no século XX como cultura de verão. Rapidamente se destacou, expandindo-se notavelmente, principalmente na região do Cerrado, a partir dos anos 1970.

Hoje, o Brasil é um dos maiores produtores mundiais, com mais de 44 milhões de hectares plantados e uma colheita que supera 154 milhões de toneladas em 2023, segundo a CONAB (2023).

Essa cultura desempenha um papel vital na economia, tanto nacional quanto internacional, graças à sua notável versatilidade de uso em diversas indústrias, incluindo a veterinária, alimentícia, farmacêutica, cosméticos, tintas, adesivos e plásticos.

A soja fortalece as exportações e a balança comercial do Brasil, além de estabelecer parcerias estratégicas, como a com a China, que exercem um impacto significativo na economia global.

Etapas do Ciclo da Soja

O ciclo da soja se divide em duas fases: vegetativa e reprodutiva. 

Para classificar uma plantação em um desses estágios, é necessário que pelo menos 50% das plantas estejam na mesma etapa de desenvolvimento.

Exploremos cada uma dessas fases com mais detalhes.

Fenologia do ciclo da soja
Fonte: Embrapa (2009)

Etapas vegetativas

  • VE: inicia-se com a germinação da semente e a emergência das plântulas.
  • VC: cotilédones amplamente abertos.
  • V1: a primeira folha verdadeira da planta aparece.
  • V2: a primeira folha trifoliolada se desenvolve.
  • V3: a segunda folha trifoliolada se desenvolve.
  • Vn: o crescimento vegetativo continua, com múltiplas folhas verdadeiras se formando.

Etapas reprodutivas 

  • R1: a planta inicia a produção de flores.
  • R2: a floração está praticamente completa, com flores visíveis em toda a planta.
  • R3: as primeiras vagens começam a se desenvolver.
  • R4: as vagens estão completamente desenvolvidas.
  • R5: início do enchimento de grãos.
  • R6: as vagens estão maduras e os grãos cheios.
  • R7: uma vagem no caule com coloração madura.
  • R8: a planta está com mais de 95% das vagens com coloração madura.

Variações no ciclo da produção de soja 

De modo geral, o ciclo da soja tem uma média de 100 a 140 dias compreendidos entre as fases vegetativa e reprodutiva, mas pode variar consideravelmente devido a fatores como clima, variedade da planta e práticas de cultivo específicas. 

Essas variações impactam a duração e sincronização das fases da cultura. Para um manejo adequado, é fundamental considerar essas variações e identificar com precisão o estágio do ciclo da plantação.

Os ciclos comerciais, em contrapartida, frequentemente apresentam intervalos mais curtos, geralmente variando de 115 a 125 dias de duração.

Alguns pontos importantes:

  • Norte: Ciclos de aproximadamente 90 dias.
  • Nordeste: Ciclos médios de 120 dias.
  • Centro-Oeste: Ciclos variando de 90 a 120 dias.
  • Sudeste: Ciclos também variando de 90 a 120 dias.
  • Sul: Ciclos dentro da mesma faixa de 90 a 120 dias.

Fatores que afetam o ciclo da soja:

  • Temperatura: altas temperaturas aceleram o crescimento, enquanto baixas o prolongam.
  • Água: a sequeira pode causar queda de folhas e aborto de vagens, encurtando o ciclo. Já a irrigação adequada prolonga o ciclo.
  • Fotoperíodo: pouca luz solar pode torná-lo precoce, enquanto exposição prolongada alonga a fase vegetativa.
  • Altitude: regiões de altitude mais alta têm temperaturas mais baixas, o que pode retardar o ciclo da soja.

Qual o tempo entre plantio e colheita no ciclo da soja?

homem segurando pé de soja

Como mencionado anteriormente, o tempo de permanência da cultura da soja no campo pode variar ao longo de seu ciclo de crescimento.

Essas variações estão diretamente relacionadas às características morfológicas e fisiológicas das variedades, categorizadas em três tipos, conforme o hábito de crescimento.

Essas classificações desempenham um papel fundamental na compreensão da duração do ciclo e são essenciais para um planejamento adequado do manejo da cultura.

Exploremos essas categorias a seguir.

  • Determinados

Essas variedades são caracterizadas pelo crescimento da haste principal até o florescimento da cultura. Após o florescimento, o crescimento é reduzido, o que significa que as plantas têm um período claramente definido entre desenvolvimento e florescimento.

  • Indeterminados 

Até o florescimento, plantas com crescimento indeterminado atingem apenas metade de sua altura máxima. Após esse estágio, elas continuam a crescer.

  • Semi-determinados 

Por sua vez, esses materiais apresentam características que combinam atributos de ambos os tipos de crescimento, ou seja, determinado e indeterminado.

Quanto tempo dura a safra de soja?

A soja é considerada uma cultura anual, com o plantio predominantemente na primavera e colheita no verão, dentro do mesmo ano agrícola, geralmente em um ciclo de 100 a 140 dias, considerado de curto prazo.

É importante mencionar que previamente ao plantio da soja pode ocorrer o período conhecido como “Vazio Sanitário”, durante o qual nenhum plantio da cultura é permitido. Isso visa controlar pragas e doenças prejudiciais à cultura.

Dessa forma, a colheita da soja normalmente ocorre uma vez por ano, mas em certas áreas e condições, é possível realizar safrinhas adicionais.

Outras dúvidas sobre esse assunto

À medida que exploramos a cultura da soja, surgem algumas outras questões que podem despertar interesse e gerar dúvidas:

Qual o tempo do ciclo da soja precoce?

A maturidade dos cultivares precoces é alcançada em um período de 61 a 70 dias após o plantio.

Qual o tempo da colheita da soja?

Geralmente, a soja fica pronta para a colheita após um período de 90 a 120 dias – a depender da cultivar utilizada.

Quantas vezes produz soja por ano?

A soja é geralmente plantada e colhida uma vez por ano, mas em algumas regiões, como o Rio Grande do Sul, é realizada a segunda safra de soja, conhecida como “safrinha”.

Produtividade na colheita da Soja 

Para um ciclo de soja altamente produtivo, é crucial uma nutrição adequada. Começamos com uma análise de solo para determinar sua fertilidade e realizar a correção e adubação necessárias. Seguindo os princípios dos “4C’s da agronomia”:

  • Fonte certa: usamos fontes de nutrientes adequadas para a cultura.
  • Dose certa: aplicamos a quantidade recomendada de fertilizantes.
  • Época certa: disponibilizamos os nutrientes quando a planta mais precisa.
  • Lugar certo: aplicamos os fertilizantes nas áreas adequadas para absorção.

Lembrando que, com base na exportação dos nutrientes na cultura da soja, podemos calcular a quantidade necessária de adubação. O Nutrição de Safras oferece uma calculadora útil para isso!

Descubra as melhores soluções de nutrição para essa e outras culturas de grãos:

Ao se tratar de uma fonte que atende às demandas nutricionais da soja, recomendamos o MicroEssentials da Mosaic Fertilizantes, nutrição completa durante o ciclo da soja. Sua fórmula única melhora a produtividade, com +3,3 sacas/ha no Cerrado e +3,5 sacas/ha no Sul, comparado à adubação convencional.

CTA de conversão

Este artigo foi útil? Avalie

Média: 4.7 / 5. Número de votos: 11

Nenhuma avaliação até o momento! Seja o primeiro a avaliar este post.

Loading...