O papel dos fertilizantes na conservação do solo

25 abr, 2024
Agrônoma Beatriz Martinelli Lima
- Tempo de Leitura: 3 minutos

No mundo da agricultura, o solo é um tesouro inestimável, pois dele depende a produção em larga escala e a segurança alimentar de toda a população. Para garantir a fertilidade e a sustentabilidade do solo a longo prazo, é fundamental adotar técnicas de conservação em áreas cultivadas.

Práticas adequadas de manejo são essenciais para evitar a erosão e garantir a saúde do solo, protegendo-o da degradação química, física e biológica.

Para saber mais sobre essas práticas cruciais e impacto dos fertilizantes na sustentabilidade dos sistemas agrícolas, confira nosso artigo abaixo:

 

Técnicas de conservação do solo

 

Rotação de cultura

A rotação de cultura é definida como a alternância de espécies vegetais, de maneira planejada, em uma mesma área de cultivo. Essa prática tem como intuito minimizar os impactos ambientais ocasionados pela monocultura e melhorar as características químicas, físicas e biológicas do solo. Ela pode também reduzir a incidência de doenças, plantas daninhas e pragas.

Plantio direto

O plantio direto é uma das práticas mais importantes para a conservação do solo, ela consiste em realizar o plantio sem aração ou gradagem prévia. Nesse sistema apenas o sulco é aberto e a semente é depositada no solo não revolvido mantendo-se os restos culturais da cultura anterior sobre o solo.

Essa técnica promove uma considerável redução da erosão e melhora a retenção de umidade, o que em anos secos representa uma enorme vantagem.

Adubação verde

A adubação verde caracteriza pela utilização de plantas de cobertura, ou seja, plantas específicas como leguminosos e gramíneas que melhorem a estrutura e fertilidade do solo. Após serem cultivadas, essas plantas são incorporadas ao solo onde se decompõem e adicionam matéria orgânica e nutrientes ao solo.

Impactos do uso de fertilizantes na sustentabilidade dos sistemas agrícolas

Os fertilizantes fornecem nutrientes essenciais para o desenvolvimento das culturas, e nos solos de baixa fertilidade é indispensável para corrigir deficiências e garantir o desenvolvimento das plantas.

A utilização desses insumos promove um aumento da fertilidade, o que impacta em produtividade e contribui consideravelmente para a sustentabilidade dos sistemas agrícolas. Pois dessa forma, é possível garantir uma maior eficiência de produção e reduzir a necessidade de aumentar a expansão de novas terras.

Sabemos que o uso de técnicas de conservação do solo em nossas lavouras tem se feito cada vez mais necessário, pois garante bons resultados em produtividade, qualidade nos cultivos e preservação ambiental, visto que passamos a compreender o solo como um sistema vivo que pode e deve ser utilizado de maneira sustentável quando garantimos sua manutenção física, química e biológica. E para que tudo isso seja possível podemos aliar o uso de fertilizantes as técnicas de conservação do solo.

De acordo com a Embrapa, a correção e adubação adequada do solo promove efeito diretos no estabelecimento da cultura , produtividade e propicia uma melhor cobertura do solo contra agentes erosivos. Além disso, o uso adequado dos fertilizantes auxilia no controle de acidez do solo e reposição de nutrientes, além de influenciar nas taxas de sequestro de carbono, visto que o solo é o principal reservatório de carbono em um ecossistema (Novais et. al., 2007) e que os fertilizantes auxiliam nesse processo ao promover o equilíbrio nutricional das plantas e do solo, ciclagem de nutrientes e o consequente desenvolvimento de microrganismos benéficos.

Assim, os fertilizantes quando utilizados no momento certo, dose certa, fonte certa e local certo aliado a técnicas de preparo do solo, rotação de culturas e até mesmo se optando por uma adubação de sistema, que ocorre quando se realiza um manejo não só pensando na cultura principal como também nas próximas que virão, contribuem para a conservação do solo e impacta positivamente na sustentabilidade e preservação, evitando perdas por erosão, lixiviação e a degradação do solo.

Entendendo a necessidade e importância dos solos ao desenvolvimento das nossas lavouras e principalmente a saúde dos nossos solos, biodiversidade e sustentabilidade dos sistemas agrícolas, a Mosaic Fertilizantes apresenta o Performa Bio, um fertilizante mineral que nutre, equilibra e fortalece a lavoura ao fornecer nutrientes de alta solubilidade e eficiência, aumentando o aproveitamento dos nutrientes aplicados na adubação e gerando lavouras mais homogêneas, assim permitindo que as plantas economizem energia para sua subsistência e destinem sua energia para a produtividade.

Referências

NOVAIS, R.F.; ALVAREZ, V.H.A.V.; BARROS, N.F. et al. Fertilidade do Solo. 1.ed. Viçosa: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2007. 820p.

Este artigo foi útil? Avalie

Média: 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhuma avaliação até o momento! Seja o primeiro a avaliar este post.

Loading...